Inicio do conteúdo site.
Saneamento básico: entrevista com Édison Carlos, presidente do Instituto Trata Brasil

O que é básico nós temos? E o que o básico todos nós entendemos? Nem sempre.

O saneamento básico, um serviço de saúde elementar, por exemplo, ainda é deficiente e mal compreendido no país, apesar dos avanços recentes.

Entrevistado do “Pensando o Brasil com Adalberto Piotto”, o presidente-executivo do Instituto Trata Brasil, Édison Carlos, conta que as primeiras pesquisas sobre o tema, pouco mais de 10 anos atrás, revelaram a completa desconexão dos brasileiros em relação ao básico sobre coleta e tratamento de esgotos:

“As pessoas não entendiam a ligação do esgoto e o rio. Só aperta a descarga e vai. Mas vai pra onde? Não sei! Ou vai para um córrego, o rio dilui. Joga no rio e o rio dilui, a natureza dá conta.” Não dá mais.

Com rios poluídos e praias impróprias para banhos por esgotos despejados sem tratamento nos mananciais, a situação começou a chamar a atenção.

E o desafio é igualmente básico: temos de nos envolver com o tema, coletar e tratar o esgoto para preservar a saúde das pessoas.