Inicio do conteúdo site.
4 Ases , Alexander Lukashenko , cpi , cpi da covid , democracia , Fundação Editora da UNESP , Humberto Casagrande , Ibsen Costa Manso , jair messias bolsonaro , Moisés Rabinovici , Walter Fanganiello Maierovitch

Na democracia, quem manda e quem obedece?

É difícil definir a democracia. Mas é fácil encontrar os obstáculos para se alcance a plenitude. Será que algum dia já houve democracia plena? Talvez seja esse o papel do Estado. Mas países que foram da União Soviética sempre enfrentam dificuldades para encontrar esse equilíbrio. No Brasil, há preferências pelo estatismo – o que atrapalha sua função principal – e na disputa entre Legislativo e Executivo para a convocação de um Presidente em uma CPI. Será tudo jogo de cena? Confira esses e outros dilemas na edição 19 programa semanal 4 Ases, disponibilizado nas redes sociais do projeto e pela página do Linkedin do CIEE, o Centro de Integração Empresa-Escola, apoiador institucional juntamente com a Fundação Editora da UNESP, a Universidade Estadual de São Paulo Júlio de Mesquita Filho. Afinal, quem deve mandar e quem deve obedecer em uma Democracia? Destaques:

O que há de “Jogo de Cena” na política brasileira atual? Entre uma CPI que convoca o Presidente e um Presidente que convoca um general para um comício? E outras cenas mais…Com a palavra, Ibsen Costa Manso.

Se o Brasil tem capitalistas competentes na iniciativa privada, por que precisa de um ´Estado-Empresário´ ? Estado deve cuidar da coisa pública? Como enfrentar o arcabouço legal brasileiro, recheado de burocracia, funcionalismo inchado e excesso de controles? Com a palavra, Humberto Casagrande.

É possível ter democracia depois de 25 anos no poder? Alexander Lukashenko, o ditador da Belarus, é a prova que NÃO. Depois de reprimir violentamente os protestos pela sua reeleição fraudada, ousou obrigar um avião civil a aterrissar. Motivo: prender um jornalista de oposição e a esposa. O Estado pode tudo?
Com a palavra, Moisés Rabinovici.

A Comissão Parlamentar de Inquérito sobre a Pandemia convocou Governadores e estuda chamar o próprio Presidente da República. Jair Messias Bolsonaro será obrigado a aceitar? Pode isso, Walter? Com a palavra, Walter Fanganiello Maierovitch.

OS 4 ASES:
HUMBERTO CASAGRANDE, consultor financeiro, autor e CEO do Centro de Integração Empresa-Escola (CIE-E);
IBSEN COSTA MANSO, jornalista, analista político, palestrante, destacou-se no Estadão e na Globo News;
MOISÉS RABINOVICI, jornalista, foi correspondente internacional em Jerusalém, Washington e Paris;
WALTER FANGANIELLO MAIEROVITCH, jurista, desembargador aposentado e presidente do Instituto Giovanni Falcone.