Inicio do conteúdo site.
Amazônia , Cúpula dos Líderes pelo Clima , Donald Trump , Fundo da Amazônia , Humberto Casagrande , Ibsen Costa Manso , Jair Bolsonaro , Joe Biden , Moisés Rabinovici , Paulo Guedes , Ricardo Salles , Sérgio Moro , Walter Fanganiello Maierovitch

Amazônia now! E la nave va...

Assim como no filme de Federico Fellini a edição 14 do 4 Ases retrata um país em busca de um rumo e tem um sabor especial: AO VIVO. O motivo foi a Cúpula dos Líderes pelo Clima, capitaneada pelos Estados Unidos, sob a nova direção de Joe Biden, e que aconteceu entre os dias 22 e 23 de abril. O presidente Jair Bolsonaro teve três minutos para falar na quinta feira – e sabe que seu governo está pressionado para diminuir o desmatamento na Amazônia, cada vez pior, e com seu ministro do meio-ambiente, Ricardo Salles, atuando mais em defesa dos madeireiros do que da floresta.

Moisés Rabinovici, especializado em encontros internacionais, acompanhou todos os debates da “Cúpula dos Líderes pelo Clima” e analisa o papel de cada país – principalmente do Brasil que entrou em uma encruzilhada ao apoiar Donald Trump na saída do Acordo de Paris e de ter renegado o Fundo da Amazônia, uma contribuição milionária de países ricos para combater o desmatamento.

Walter Fanganiello Maierovitch, jurista do 4 Ases, analisa a decisão tomada na quinta feira pelo STF sobre a suspeição do ex-juiz e ex-ministro Sérgio Moro e a decisão de leva para Brasília a circunscrição judiciária dos processos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Humberto Casagrande, especialista em economia, questiona: “Por que os leilões de outorga do governo federal foram bem e renderam mais de R$ 3.000.000.000,00? ”. O que mais pode o Brasil? Além disso, como se fecha o orçamento do governo Bolsonaro?

Ibsen Costa Manso, analista política, está de olho nas consequências da Cúpula do Clima sobre as relações do governo com o Congresso, que já começa a pedir mudanças, especialmente a troca do ministro do meio-ambiente. As pressões do Centrão aumentam a cada dia e o orçamento parece a ‘prova dos nove’ do ministro Paulo Guedes.

OS 4 ASES:
HUMBERTO CASAGRANDE, consultor financeiro, autor e CEO do Centro de Integração Empresa-Escola (CIE-E);

IBSEN COSTA MANSO, jornalista, analista político, palestrante, destacou-se no Estadão e na Globo News;

MOISÉS RABINOVICI, jornalista, foi correspondente internacional em Jerusalém, Washington e Paris;

WALTER FANGANIELLO MAIEROVITCH, jurista, desembargador aposentado e presidente do Instituto Giovanni Falcone.