Inicio do conteúdo site.
Close de Lilene Ruy em estúdio do programa Vida Melhor

Ingresso no mundo do trabalho é oportunidade de inclusão para profissional PCD

2 de outubro de 2019
Lei da Inclusão existe há 28 anos e viabiliza oportunidade em organizações

Abrir as portas de uma empresa para a inclusão vai muito além de cumprir pura e simplesmente a legislação. Contar com colaboradores de grupos diversos já se mostrou vantajoso em números e um levantamento apontou que a diversidade resulta em um portfólio de produtos mais extenso e consequentemente gera mais lucros.

A Lei da Inclusão, que em 2019 completou 28 anos, determina que a cada mil funcionários contratados é necessário reservar uma cota de 5% para pessoas com deficiência, os PCDs. Apesar disso, algumas companhias, por meio de ações afirmativas, já iniciam o movimento de buscar esses colaboradores mesmo sem a necessidade imposta pela legislação.

Em entrevista ao programa Vida Melhor, da Rede Vida, Lilene Ruy, supervisora de Inclusão Social, defende a iniciativa da contratação. “Nós brincamos que diversidade é quando chama para festa, mas inclusão é quando tira para dançar”, conta.

A entrevista na íntegra é possível conferir abaixo:

Entrevista exibida originalmente no dia 24/9