Inicio do conteúdo site.
Imagem ilustrativa / Divulgação

Estudos e Diálogos: encontros provocam reflexões entre equipes de profissionais dos Espaços

25 de agosto de 2020
Conversas passaram sobre população em situação de rua, Estatuto da Criança e do Adolescente e também literatura

Com mais dez encontros, o projeto Estudos e Diálogos segue proporcionando novas discussões às equipes de profissionais dos Espaços de Cidadania do CIEE.

Neste ciclo, foram abordados temas como população em situação de rua numa conversa conduzida por Julia Lima e Juliana Reimberg, que chamaram atenção para a condição de muitas mulheres. Na sequência, a situação da mulher na sociedade foi aprofundada nas  discussões com Patrícia Rodrigues, Pagu, que resgatou inclusive a luta das mulheres indígenas. A professora Abigail Torres compartilhou seus conhecimentos destacando a visão da essencialidade dos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, em especial nesta fase de distanciamento social.

O Estatuto da Criança e do Adolescente, que completou 30 anos em julho também foi assunto das prosas matinais da equipe que contou com a participação de Fábio Silvestre para um resgate histórico desta normativa. Claudio Silva, outro convidado especial, destacou  desafios a serem enfrentados para a efetiva implementação do ECA e do Estatuto da Juventude e possibilitou um diálogo do grupo com o  escritor e rapper GOG, que fez uma fala provocativa a respeito da construção das identidades e da questão territorial.

A literatura foi tema de diálogo também na conversa com Bel Mayer, que destacou a estratégia do convite, da oferta à leitura, e não imposição, para a formação de leitores. 

Assuntos mais práticos e técnicos também foram abordados, por exemplo, nos encontros com  o professor Marcelo Emanuel dos Santos que enfatizou a  importância dos estudos de casos e nas conversas com a supervisora de conteúdos didático-pedagógicos do CIEE, Aline Mariano, que apresentou propostas de engajamentos dos jovens para encontros virtuais.

“Agradecemos imensamente a todos que dedicaram seu tempo, contribuindo incrivelmente com seus saberes, experiências e conhecimentos. Essas trocas já renderam frutos na equipe, que, inspirada, está propondo atividades e projetos transversais que beneficiarão os jovens e famílias atendidos pelos Espaços”, disse Carolina Monteiro, analista técnica de Projetos Sociais.