Inicio do conteúdo site.

Happy Hour dos autores aborda diferença de gêneros literários

2 de dezembro de 2021
Convidados falaram sobre criação de obras de ficção, poemas e de reportagem

Na tarde da última terça-feira (30/11), o CIEE promoveu o Happy Hour com Autores, evento  novamente conduzido por Helena Trevisan. Os convidados foram dois autores com obras bastante diferentes: Mariana Bugelli, autora de “As mulheres e a constituição: o paritarismo de gênero para a inclusão” e Paulo Henriques Britto, que escreveu “O castiçal florentino”.

“O livro parte de uma reflexão sobre o que é a misoginia, como ela atravessa o tempo, as barreiras de países e afeta a todos como sociedade, tanto homens como mulheres. Além disso, o livro também aborda como isso influenciou a constituição, os direitos humanos”, explicou Mariana. Para ela, a obra tem a missão de incomodar o acomodado e acomodar o perturbado. 

Paulo Henriques Britto, aproveitou para falar de sua experiência por vários gêneros literários, incluindo a sua produção de contos. “Quando tinha 20 anos, tive uma experiência estudando cinema na Califórnia. Durante esse período, escrevi dezenas de contos. Agora, estou revisitando essas histórias novamente, publicando todo esse material em um exercício muito interessante”, comentou.

Quer saber como foi esse bate-papo e descobrir o que esses autores tão diferentes têm em comum? Confira como foi o evento na íntegra:

Happy Hour com autores 30/11