Inicio do conteúdo site.

FHC recebe troféu da 22° edição do Prêmio Professor Emérito

17 de outubro de 2018
Honraria foi entregue ao ex-presidente da República no Teatro CIEE em São Paulo.“As circunstâncias da vida me levaram a presidente da República, mas me sinto realizado como professor”.

São Paulo, 17 de outubro de 2018. O Centro de Integração Empresa-Escola – CIEE acredita no poder transformador das instituições de ensino e do professor, por isso, criou em 1997 o Prêmio Professor Emérito – Troféu Guerreiro da Educação Ruy Mesquita. Em sua 22° edição, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso foi escolhido para ser agraciado com a honraria. O sociólogo e professor recebeu o troféu em solenidade no Teatro CIEE, em São Paulo.

Compuseram a mesa da cerimônia o superintendente geral  do CIEE, Humberto Casagrande, o presidente do Conselho diretor do CIEE Nacional e Presidente do Conselho de Administração do CIEE São Paulo, Antonio Jacinto Caleiro Palma, e os professores Celso Lafer e Roberto Rodrigues que receberam a láurea em 2015 e 2017 respectivamente.

Dando início às homenagens, Antonio Palma relembrou a edição inaugural do Prêmio, entregue em 1997 à professora e socióloga Ruth Cardoso. “Naquela noite, discutiram-se políticas públicas para educação, alfabetização solidária, reformas no ensino”, lembrou. “Foram temas marcantes e podemos constatar que muitos deles continuam permanentes até hoje”, disse.

Fernando Henrique Cardoso, em seu discurso, mostrou-se especialmente tocado pelo reconhecimento. “Fui colega de Ruy Mesquita, uma pessoa de muito valor. Tivemos nossas divergências mas fomos companheiros”,assegurou. Em sua fala, FHC reafirmou seu compromisso com a docência, que exerce há mais de 70 anos. “As circunstâncias da vida me levaram a presidente da República, mas me sinto realizado como professor”.

Sobre o atual cenário político, o ex-presidente ofereceu uma análise pessoal. “Estamos assistindo à derrocada da velha política toda. E a nova ainda não existe.É preciso ter imaginação para criar e propor o novo”.

 

 

Panteão de intelectuais
O ex-presidente entrará para o rol de homenageados, composto inclusive por Ruth Cardoso, primeira agraciada. Miguel Reale, Esther de Figueiredo Ferraz, Luiz Décourt, José Pastore, Hélio Guerra, Antônio Candido, Paulo Vanzolini, Paulo Nogueira, Crodowaldo Pavan, Ives Gandra, Evanildo Bechara, Adib Jatene, José Cretella Júnior, Angelita Gama, Delfim Neto, William Saad Hossne, José Goldemberg, Celso Lafer, Rubens Ricupero e Roberto Rodrigues completam a lista de educadores que receberam o prêmio.

Assista ao vídeo com os melhores momentos do Prêmio Professor Emérito 2018