Conviventes do Espaço de Cidadania CIEE vão ao teatro prestigiar peça sobre imigrantes

14 de dezembro de 2018
O espetáculo São Paulo Refúgio do grupo Performatron é baseado na experiência de migrantes que vivem em grandes metrópoles brasileiras

Em resposta ao convite que partiu dos próprios atores, os conviventes que frequentam o Espaço de Cidadania do CIEE, na Rua Xavier de Toledo, no Centro de São Paulo, assistiram, nesta semana, ao espetáculo “São Paulo Refúgio”, criação coletiva do grupo Performatron.

A produção é resultado de uma pesquisa realizada ao longo de dois anos com refugiados de diversas nacionalidades e trata dos impactos da migração forçada na sociedade contemporânea. Por meio de conversas, cartas e depoimentos concedidos por refugiados, suas histórias, preconceitos e temores são abordados em um estudo poético sobre as consequências do desterro na vida das  milhares de pessoas que são obrigadas a deixarem seus lares e recomeçar suas vidas no Brasil, superando traumas e violências.

“Logo no início nos recepcionaram com uma curta conversa e um lanche preparado especialmente para os conviventes. Durante a apresentação observei muita atenção nos rostos e apesar do roteiro provocativo foi perceptível o interesse, principalmente após uma roda de conversa de tudo aquilo que a peça discutiu e agregou na vida de cada um”, avalia a assistente pedagógica do Espaço de Cidadania do CIEE, Maria Bethânia.

No teatro, sírio e congolês falam sobre integração no Brasil