Inicio do conteúdo site.
seis mulheres e um homem em palco, sentados em cadeiras
Evento contou com talk-show com a presença das apresentadoras Mariana Kotscho e Roberta Manreza, do programa Papo de Mãe / Dener Alcardi Fotografia e Design

Campanha sobre gravidez na adolescência é lançada em São Paulo

3 de março de 2020
Evento exibiu vídeo realizado pelas Secretarias de Justiça e Cidadania, da Educação e da Saúde em parceria com o CIEE

Nesta terça-feira, dia 3 de março, foi lançada a campanha “Gravidez na Adolescência é Para a Vida Toda”, uma iniciativa das Secretarias de Justiça e Cidadania, de Saúde e da Educação do estado de São Paulo, que visa conscientizar os jovens sobre os desafios e problemas que a gravidez precoce podem causar em suas vidas. O evento foi realizado no auditório da Secretaria dos Direito das Pessoa com Deficiência, na capital paulista.

“Este é um dia muito importante, pois reunimos diversos profissionais de várias áreas com o mesmo objetivo de ajudar o jovem. É fato que engravidar precocemente é um problema de saúde pública. Temos que pensar nas causas, que são os riscos à saúde da mãe e do bebê, e as consequências, que têm impacto socioeconômico, uma vez que muitas jovens grávidas desistem de estudar e enfrentam dificuldades para conseguir emprego”, comentou Paulo Dimas, Secretário de Justiça e Cidadania do Estado de São Paulo.

Talk-show

Durante o evento, foi realizado um talk-show que contou com a presença das apresentadoras Mariana Kotscho e Roberta Manreza, do programa Papo de Mãe, além da ginecologista Albertina Duarte Takiuti, da psicóloga Ricarda Maria de Jesus, da jornalista Renata Veneri, e de Mariana, mãe de dois filhos aos 22 anos, e Lucas, pai aos 17 anos. Ambos representaram os adolescentes que enfrentam o desafio de terem filhos na adolescência.

“Estou muito feliz com esse evento, porque é a oportunidade de mostrar que o trabalho com os adolescentes alcançou um objetivo perseguido com muita dedicação dos envolvidos, em prol da qualidade de vida dos jovens, acima de tudo”, ressalta doutora Albertina, que também é coordenadora Estadual de Políticas para a Mulher e do programa da Saúde do Adolescente de São Paulo.

Segundo Albertina, em São Paulo, houve redução de 55,6% da primeira gestação em adolescentes e 47% de redução da segunda gestação em 20 anos. Ainda sim, são quase 80 mil nascimentos de crianças cujas mães possuem idade entre 10 e 19 anos em 2018, último ano do levantamento.

Vídeo da campanha e concurso

O evento exibiu, pela primeira vez, o vídeo oficial da campanha, que foi realizado com auxílio do CIEE e será exibido em escolas estaduais de São Paulo. Você pode assisti-lo abaixo!

A campanha também contará com um concurso de vídeos, realizados pelos adolescentes, com o tema “Gravidez na adolescência é para a vida toda: previna!”. Os três melhores vídeos ganharão prêmios. Para participar, basta ser estudante da rede pública estadual, ter entre 12 e 20 anos incompletos (ou seja, até 19 anos) e apresentar sua ideia em um vídeo de até 1 minuto e 30 segundos. Para participar, basta cliclar aqui