Inicio do conteúdo site.
mulher sendo atendida por médica

O compromisso social é o motor da transformação

23 de novembro de 2021
Pandemia da COVID-19 evidenciou a profunda desigualdade social que enfrentamos no Brasil

Nos últimos anos, as organizações se tornaram cada vez mais agentes transformadores que exercem uma grande influência sobre os recursos humanos, a população e o meio ambiente ao qual pertencem. Instituições que cumprem um papel mais humano, e que se posicionam de forma consistente frente às várias demandas de nossa sociedade, conquistam um importante diferencial competitivo. Mais do que isso, ganham a confiança da comunidade em que estão inseridas.

A pandemia da COVID-19 evidenciou a profunda desigualdade social que enfrentamos em nosso país, além de expor necessidades urgentes em diversos setores. Segundo o estudo “21 causas para observar em 2021”¹, o investimento em saúde pública e pesquisas é prioritário para alcançarmos uma nação mais igualitária.

Eu faço parte da história do Hospital Sírio-Libanês desde 2005. Vim de uma família preta. Desde cedo, aprendi com meu pai que nunca podemos perder a capacidade de nos indignar com os problemas sociais, e que lutar pelos nossos direitos é essencial.

Iniciei minha trajetória como recepcionista e, alguns anos depois, minha carreira tomou uma nova direção, quando o hospital passou a fazer parte de um programa que amplificava nossas ações para todo o Brasil. Nesse meio tempo, vi-me totalmente envolvida pela área de saúde pública e acabei me aproximando da gestão, assumindo posições cada vez mais estratégicas ao longo dos anos. Fazendo uma retrospectiva, vejo como esse olhar cuidadoso do hospital com seus colaboradores foi marcante e decisivo para a minha jornada.

Hoje enxergo que as organizações brasileiras precisam exercitar esse mesmo olhar acolhedor e inclusivo, que me possibilitou colocar em prática meu propósito, de forma cada vez mais plena e abrangente. É esse engajamento que contribui diariamente para construirmos um país mais justo.

A história do Sírio-Libanês já nasceu marcada pelo compromisso social. Há exatos 100 anos, a instituição surgia fruto do ideal de um grupo de mulheres de origem síria e libanesa que queria devolver a acolhida recebida quando chegaram ao Brasil. Na ocasião, a primeira fundação que se impunha em caráter urgente era a de um hospital que atendesse a todas as classes sociais.

Desde então, nossa contribuição para o desenvolvimento da saúde se faz presente por meio de diversas frentes. Na área de integração com a comunidade, lideramos uma iniciativa chamada “Abrace seu Bairro”, que visa a melhoria da qualidade de vida de famílias que residem nos bairros da Bela Vista, República e Consolação, em São Paulo. São realizadas ações nas áreas de cultura, educação, promoção da saúde e geração de renda, com abrangência de diversas faixas etárias – de crianças a idosos.
Há mais de dez anos, firmamos uma parceria de sucesso com o Ministério da Saúde junto a outros cinco hospitais que são referência em qualidade no Brasil, em prol do desenvolvimento do Sistema Único de Saúde: o Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS (PROADI-SUS).

O diferencial desse projeto está na transferência de tecnologia e inovação da iniciativa privada ao SUS, de modo que os recursos empregados são revertidos em soluções que impactam direta ou indiretamente todos os cidadãos brasileiros. É o melhor do conhecimento dos hospitais participantes sendo compartilhado diretamente com o SUS.

Recentemente, também implantamos no Sírio-Libanês uma estrutura dedicada a impactar positivamente a sociedade: o Escritório de Equidade em Saúde, que surgiu para fortalecer e integrar nossas diversas iniciativas de responsabilidade social. É por meio dessa área que acompanhamos os projetos do PROADI-SUS, reportamos, avaliamos e mensuramos os resultados ao Ministério da Saúde, vivenciando a nossa missão.

Manter vivo o legado da filantropia em nossa instituição é o que me motiva diariamente. Hoje, tenho o privilégio de unir trabalho e propósito e, com isso, apoiar na busca pela equidade, justiça social e oportunidades para as pessoas. Acredito que só assim podemos transformar verdadeira e profundamente a nossa sociedade.

Referência:
¹ https://www.cause.net.br/causas-para-observar-em-2021/ 

Vânia Bezerra é diretora de Compromisso Social do Hospital Sírio-Libanês.


Mais posts com "Artigo"

Os 100 anos de Paulo Freire
28 de outubro de 2021

O ESG e o papel do jurídico
30 de setembro de 2021

Posts em alta