Inicio do conteúdo site.

Aprendizes do interior paulista em prol do combate à exploração infantil

30 de maio de 2019
Ações em Jundiaí, Bragança Paulista e Atibaia marcaram o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração de Crianças e Adolescentes

No mês de maio comemoramos nos polos de Capacitação de Jundiaí, Atibaia e Bragança Paulista o 18 de Maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração de Crianças e Adolescentes. A triste história da criança Araceli de apenas 8 anos que em 1973 foi raptada, drogada, estuprada e assassinada por jovens da classe média do Espírito Santo. Apesar do crime permanecer impune, o senso de justiça permeou ao longo da história e hoje o dia 18 de Maio é amplamente divulgado em todo País como um dia de resistência e luta a favor dos direitos das crianças e dos adolescentes de todo o Brasil.

Pensando em nosso público-alvo, o evento nas 3 cidades do Polo Jundiaí foi realizado com a participação da assistente social Adriana, analista Danielle Brollo e todos os instrutores de aprendizagem. Tivemos a  participação das assistentes sociais Karina Capelli e Luanda Jachetto para falar sobre como a Rede de Proteção Pública está a favor das crianças e dos adolescentes e a contribuição do advogado Dr. Diego Araújo que é membro da OAB de Jundiaí e atua na área de Direito Penal, Cível e Familiar com foco nos Direitos de Crianças e Adolescentes.

Além das palestras, todos os mais de 1700 aprendizes participaram de encontros diferenciados dentro das salas de Capacitação que tiveram como objetivo informar sobre recursos de denúncia e reconhecimento dos tipos de abuso e também de direcionamento sobre como atuar frente a essa situação. O tema da semana foi “Faça Bonito”, cuja inspiração segue a ação do Comitê Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes e tem como símbolo uma flor amarela que indica a fragilidade da figura infantil.