Inicio do conteúdo site.
Computadores disponibilizados pelo CIEE no Espaço de Cidadania, no Centro de São Paulo

CIEE e Google capacitam 80 mil jovens em segurança on-line e cidadania digital

11 de fevereiro de 2020
Parceria baseada no programa "Seja Incrível Na Internet” promoverá o treinamento durante semana em que se celebra o Dia Internacional da Internet Segura

Em parceria inédita com o Google, realizamos o treinamento “Seja Incrível Na Internet”, voltado a preparar adolescentes e jovens para que aproveitem a Internet de modo consciente e seguro. A ação celebra o Dia Internacional da Internet Segura (11/2) e deve alcançar, em cinco dias, cerca de 80 mil aprendizes em 266 centrais de treinamento do CIEE espalhados pelo Brasil. Só na capital paulista, cerca de 400 jovens aprendizes estarão presentes no treinamento de estreia no Teatro CIEE, nesta quarta-feira (12/2).

De acordo com Elaine Bancalá, gerente Educacional e de Aprendizagem do CIEE, o treinamento é uma chance de aprendizado. “Em tempos de conectividade é crucial que jovens e adolescentes dominem as regras de boa convivência e segurança nas redes sociais, pois isso reflete na vida pessoal e principalmente profissional”, conta.

Os treinamentos, baseado no programa Seja Incrível Na Internet do Google, têm como objetivo compartilhar dicas de segurança, comportamento e reputação on-line para jovens e adolescentes. Para isso, foram capacitados aproximadamente 800 instrutores em 19 estados e Distrito Federal. O material do programa, voltado para educadores e pais, está disponível gratuitamente no site da plataforma e oferece apostilas, guias, apresentações e um jogo educativo para uso em sala de aula.

Para Valdir Leme, diretor de marketing do programa Seja Incrível Na Internet no Google Brasil, é fundamental garantir que crianças e jovens que já nasceram imersos na Internet aprendam como explorar o mundo on-line de modo seguro, com confiança e responsabilidade.

“O objetivo do programa é garantir que todo jovem saiba como identificar ameaças, proteger sua privacidade, denunciar conteúdo impróprio e, finalmente, como ser ele próprio uma presença positiva na Internet”, diz Leme. “Para isso, é fundamental que os pais saibam como manter um diálogo aberto com seus filhos; bem como professores e educadores tenham acesso ao material necessário para compartilhar esse conhecimento na sala de aula”.