Inicio do conteúdo site.
Arte digital reproduz um rapaz, com cabelo castanhos e um caderno em mãos estudando em seu notebook. O seu desenho está dentro de um desktop centralizado na imagem. Nas pontas vemos um troféi, uma luminária, e um relógio de parede. Na outra ponta da imagem está um caso de planta, uma xícara vermelha e acima um certificado na parede

14ª edição do Prêmio Universitário Aberje abre inscrições

2 de junho de 2021
Com etapas 100% digitais, competição terá prêmio de até R$ 10 mil

Você já pensou em resolver um problema de comunicação de uma grande empresa? Então chegou a sua chance! Estão abertas as inscrições para a 14ª edição do Prêmio Universitário Aberje (PUA), organizado pela Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberje). O desafio, voltado para estudantes de Comunicação, tem como objetivo desenvolver uma solução criativa para uma situação real proposta por uma empresa. Este ano, a questão será proposta pela TIM – uma das maiores companhias telefônicas do País. 

Os grupos devem ter entre dois e quatro participantes, e as inscrições gratuitas podem ser realizadas até o dia 11 de junho, no site do evento. O primeiro colocado ganha R$ 10 mil, o segundo lugar R$ 5 mil, e a terceira posição leva R$ 3 mil. Podem participar estudantes de graduação de todo o Brasil, regularmente matriculados em instituições credenciadas pelo Ministério da Educação (MEC).

Ficou animado? A melhor parte é que todas as etapas serão realizadas de forma totalmente digital.  

A primeira é o desafio entre grupos. Na sequência, as melhores propostas são apresentadas para grandes profissionais da área. Na grande final, os universitários defendem suas ideias para a Comissão Julgadora. Neste dia, será anunciado o vencedor.

O diretor-geral da Aberje, Hamilton dos Santos, destaca que o PUA é uma grande oportunidade para quem deseja desenvolver habilidades profissionais, como criatividade e planejamento. “É a hora de colocar teoria em prática, testar seus conhecimentos e propor ideias inovadoras para um mundo em constante mudança, ainda mais com tanta transformação trazida pela pandemia”, ressalta, acrescentando que mesmo com a crise, no ano passado o evento registrou mais de 500 inscrições e a participação de jovens de cerca de 160 universidades de todo o Brasil.

“No mundo atual, em que a conectividade passou a ser indissociável da vida cotidiana, das relações sociais e da comunicação, é no ambiente acadêmico, nas aspirações de jovens universitários, que se torna um habilitador de ideias”, acentua Marcio Lino, diretor do Instituto TIM.

Mais informações aqui.