Inicio do conteúdo site.
Imagem ilustrativa / Divulgação

Gestores municipais debatem políticas públicas e empregabilidade dos jovens no pós-pandemia

11 de fevereiro de 2021
Futuro das profissões, transformações do mundo do trabalho e a relação com o empreendedorismo foram alguns dos temas abordados

Qual será o cenário da empregabilidade dos jovens no âmbito municipal no pós-pandemia? Para refletir sobre essa e outras questões, nesta terça-feira (9/2), reunimos em um webinar a secretária de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo da Prefeitura de São Paulo, Aline Cardoso, o vice-prefeito de Guarulhos, Jesus Roque, e o secretário da Indústria, Comércio, Turismo e Emprego de Itapevi, Mauro Martins. A mediação foi da supervisora regional do CIEE em Guarulhos e Mogi das Cruzes, Simone Lopes. O evento foi o segundo encontro do 1º Ciclo de Webinars: Prefeituras 

Para Aline Cardoso, que iniciou sua fala com uma provocação sobre o futuro das profissões, as transformações pelas quais o mundo do trabalho passa são enormes. São desafios não somente para os jovens, mas para todos. 

“Além do emprego de carteira assinada, há outras experiências que podem preparar o jovem. Uma delas é o estágio e a contratação por aprendizagem também é interessante. Atuação como voluntários, como projetos sociais e exercício da cidadania são diferenciais. Assim, os jovens  precisam entender o contexto e saber quais são as profissões que estão surgindo. Tecnologia, meio ambiente e saúde são áreas em expansão”, disse.

Jesus Roque Freitas analisou o contexto imposto pela pandemia. Segundo ele, as circunstâncias atuais fazem com que a resiliência seja uma competência cada vez mais procurada pelas empresas que buscam novos estagiários.

“Houve uma mudança muito rápida e precisamos estar abertos às mudanças. Se você for uma pessoa que não consegue mudar, suas dificuldades de se integrar serão maiores. Competências comportamentais são cada vez mais valorizadas. Também é importante se comunicar de maneira clara e direta”, disse.

Mauro Martins trouxe para o debate o ensino a distância e a disciplina. Ele acrescentou que um dos diferenciais dos jovens a ser valorizado é a capacidade de empreender.

“A gente tem capacitado os professores para replicar essa cultura empreendedora na sala de aula. Estamos plantando uma semente para que nossos jovens estejam bem capacitados para encarar o futuro”, disse.

Confira o webinar na íntegra