Inicio do conteúdo site.

Teatro CIEE recebe evento sobre os 70 anos da Constituição italiana

21 de setembro de 2018
Encontro relembrou a operação Mãos Limpas e traçou um paralelo com a Lava Jato

 

São Paulo – 18 de setembro de 2018 – O Teatro CIEE recebeu o debate “70 anos de Constituição italiana e reflexões sobre a delação premiada”. O encontro contou com a participação do desembargador estadual e organizador do livro “Novas tendências da criminalidade transnacional mafiosa” (Editora Unesp, 2010) Walter Fanganiello Maierovitch, do desembargador federal Nino Oliveira Toldo, do professor da Faculdade de Direito da USP José Rogério Cruz e Tucci, e foi mediado pelo editor-assistente da revista Quatro Cinco Um, Antonio Manni. Também participaram da mesa o superintendente geral do CIEE, Humberto Casagrande, e o Presidente do Conselho Administração do CIEE, Antonio Palma.

Foram abordadas semelhanças e diferenças entre a Constituição Italiana de 1947 e a Constituição Brasileira de 1988. “Os dois países estão profundamente ligados pela sua gente e pelos costumes”, apontou Maierovitch em sua fala. Também foram comparadas a operação italiana Mãos Limpas, de combate à corrupção, à Lava-Jato, especialmente por conta da prática de delação premiada.

Os primeiros 200 convidados receberam um exemplar do livro: Conversando com Gaspare Spatuzza, de Alessandra Dino. Gaspare Spatuzza conviveu e compartilhou durante muito tempo com a lógica impiedosa e não raro cruel da Cosa Nostra, tornando-se chefe no mundo mafioso e ocupando papel significativo nos massacres da década de 1990. Preso em 1997, desde 2008 se declara arrependido e passa a ser um resoluto colaborador da justiça.


Tags: legislação