Inicio do conteúdo site.
visão de cima de um palco durante apresentação em auditório, com orador ao microfone
CIEE e o Ministério da Cidadania celebraram um acordo de cooperação / CIEE

CIEE e Ministério da Cidadania lançam vídeos para pessoas com deficiência

9 de outubro de 2019
Às vésperas do Dia Nacional da Pessoa com Deficiência Física (11/10), a cerimônia de lançamento dos vídeos lotou o auditório do CIEE Brasília, na manhã desta quarta-feira, 9, e contou com a presença do ministro Osmar Terra

Incluir pessoas com deficiência na sociedade é um grande desafio para muitas instituições. Cientes dessa responsabilidade, o CIEE e o Ministério da Cidadania celebraram um acordo de cooperação para que surdos/mudos e cegos tenham acesso a todos os serviços da Cidadania. Neste sentido, foi realizado hoje, 9 de outubro, o lançamento do primeiro vídeo em Libras sobre Serviços e Benefícios da Política de Assistência Social para Cidadãos com Deficiência Auditiva ou Visual. Momento mais que oportuno para a divulgação desse trabalho, já que na próxima sexta, 11, é comemorado no Brasil o Dia da Pessoa Com Deficiência Física. O evento contou com a presença do ministro da Cidadania, Osmar Terra; do superintendente Geral do CIEE, Humberto Casagrande Neto; e do superintendente de Comunicação, Jurídico e Compliance do CIEE, Ricardo Melantonio.

Na ocasião, Osmar Terra ressaltou a importância da parceria com o CIEE na produção desses vídeos. “Nós precisamos no Brasil de geração de emprego e renda e nisso o CIEE é uma peça-chave, principalmente com o público mais jovem, que está iniciando no mercado de trabalho, que precisa de oportunidade e que, inclusive, o CIEE se dispõe a dar”, disse. Segundo ele, uma das metas do Ministério é de aumentar a oferta de estágios e do primeiro emprego no País, além de reforçar parcerias com outras instituições que visam reforçar a inclusão dos deficientes. “Esse vídeo vai ter uma imensa repercussão no Brasil todo. Vamos incluir nos sites do governo e, futuramente, cada ministério terá um vídeo como esse, com linguagem de sinais para que as pessoas entendam melhor o que o governo faz por elas”, concluiu.

Humberto Casagrande salientou que o CIEE atende hoje no Brasil 100 mil aprendizes e 200 mil estagiários e que é também a casa das pessoas com deficiência. “Criamos recentemente o programa Inclui CIEE e os vídeos fazem parte desse projeto. Vídeos que julgamos de muita utilidade para as pessoas, pois trabalhamos com a inclusão e a diversidade. Somos o discurso pelo social, pela inclusão e pela diversidade dentro de casa”, pontuou. Atualmente, o CIEE atende 534 pessoas com deficiência em seus programas de estágio e aprendizagem.

Na oportunidade, o superintendente geral do CIEE destacou que a parceria com o Ministério da Cidadania se soma aos trabalhos desenvolvidos pela instituição aos mais vulneráveis. “Temos uma gama de serviços para a população vulnerável, o que torna o CIEE a maior entidade de assistência social da América Latina”, finalizou.

No total, serão 16 vídeos produzidos com abordagem temas diversos e relevantes aos deficientes, como, por exemplo, o que é o CRAS – Centro de Referência de Assistência Social. O primeiro vídeo, exibido na ocasião do lançamento, explica o que é o Sistema Único de Assistência Social – SUAS, por meio da imagem de intérprete de libras em primeiro plano, com locução off, legendas e ilustrações, contemplando o público com deficiência visual, auditiva e mudos. Cada vídeo tem duração de cerca de 4 minutos. Objetivo de desconstruir as barreiras que inviabilizam o acesso das pessoas com deficiência às informações de qualidade, permitindo que essa população possa conhecer os serviços, programas e benefícios aos quais têm direito.

Em breve o CIEE e o Ministério da Cidadania disponibilizarão os vídeos em seus canais do Youtube, bem como em todos os seus canais de comunicação e redes sociais. Uma das intenções futuras do Ministério é disponibilizar os vídeos nos aeroportos de todo o Brasil.

Também participaram do evento: Ana Maria Pellini, secretária executiva do Ministério da Cidadania; Lelo Coimbra, secretário especial do Desenvolvimento Social, Mariana Rôlla, diretora da FENEIS – Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos; Cláudio Oliveira, gerente regional do CIEE Centro-Oeste e DF; e Priscilla Roberta Gaspar de Oliveira, secretária Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Ministério da Mulher, Família e dos Direitos Humanos.